Como dizer de que modo amo se não sei o que é o amor?
segunda-feira 3 de outubro de 2016 às 20:35 | Arquivado em: Cultura, Hidden Thoughts, O Estudo sobre o Amor

Como dizer de que modo amo se não sei o que é o amor? O amor é algo que a gente sente muito. Embora às vezes possamos não conceber a ideia de amar, amamos. Amamos quando estamos bêbados e gritamos para o mundo ouvir nossa alma, sem medo de sermos nós. Amamos quando brigamos com nossos pais, esperneamos, quando nos achamos vítima de uma enorme injustiça. Amamos quando não há mais amor para amar, quando não achamos força e nem esperança para tal. Quando o mundo parece conspirar contra nós, quando comemos uma panela de brigadeiro só para aliviarmos-nos da semana recheada com alface. Amamos quando não sabemos explicar, quando uma palavra sequer não sai de nossa boca para dizer por que amamos. Amamos quando tiramos nossas roupas, nos despimos de toda conveniência social, de todo molde que nos impõem, quando chegamos em casa e sentimos o cheiro tão familiar e aconchegante que tem nosso lar. Amamos quando não é para amar, quando é e quando estamos cansados. Amor nada tem a ver com se doar a uma pessoa só, completando bodas e mais bodas de união, às vezes insatisfeito, querendo botar a cara no mundo, soltar o paraquedas, desatracar do cais e alçar as velas, traçar uma rota rumo a outros cheiros e olhares. Essa coisa tão cotidiana, que vemos nos ônibus pela cidade, nas ruas dos centros urbanos, nas luzes amarelas das avenidas, essa coisa tão divina, tão transcendental, não sei exprimir, não sei explicar, sei sentir. Tantas vezes tentei dizer, tantas vezes disse eu te amo sem saber ao certo o que amo, como amo e até quando vou amar… Sei que amo, que amo como asas de borboleta, como canto de pássaros, como a instabilidade da natureza, como bicho homem, muito bicho e selvagem. Amo como coração de poeta, com todo amor do mundo.

 

Texto escrito por Laura Vilela

O Estudo sobre o Amor

 



Posts Relacionados





Nenhum comentário em “Como dizer de que modo amo se não sei o que é o amor?”


Comentar