O estudo sobre o Amor
segunda-feira 6 de fevereiro de 2017 às 17:22 | Arquivado em: Hidden Thoughts, O Estudo sobre o Amor

“But if she says, ‘I love you,’ and I say, ‘I know,’ it’s beautiful and it’s acceptable and it’s funny,” he pleaded. “The point is, I’m not worried about myself anymore; I’m worried about her.” Harrison Ford about the “I know” line in Episode V: The Empir:

ESCUTE ENQUANTO LÊ – Janis Joplin – Summertime

Janis Joplin – Maybe

Janis Joplin – Kozmic Blues.

Por algum tempo venho pensando em fazer um estudo sobre o amor, então pedi algumas pessoas que escrevessem sobre o amor, o que significa para elas, como ele se retrata em sua vida e outras questões. Todos nós sabemos que o amor se encaixa em várias momentos, sejam eles com amigos, família, lugar, parceiros, entre outros. Mas o que me chamou atenção nos textos em que me mandaram foi, em sua maioria, sobre o amor entre duas pessoas, casais. Então meu primeiro texto se retratará sobre esse assunto.

Eu pouco sei sobre essa palavra tão complexa que é o amor, mas sei que ela abrange uma multidão de sentimentos que muitas vezes não podemos controlar. Temo também que esse gesto que é amar esteja um pouco falho nesses dias em que nos encontramos em uma sociedade em constante praga biológica. Entramos muitas vezes em relacionamentos só por entrar, pelo status e nos esquecemos da entrega. Porque não falar para alguém que gosta que quer ficar junto pelo menos enquanto dure. As pessoas estão cada vez com mais medo de admitir um relacionamento ou acobertam um sentimento por medo da rejeição.

Tenho certeza de que admitir para alguém que gosta dela não vai haver rejeição, mas se acontecer é porque não era pra ser. A vida é assim, por mais que não dê certo com alguém o universo aparece com outro alguém, até que ele perceba que um veio para ficar. Precisamos lembrar que sem a entrega e com a insegurança acabamos fazendo burradas por aí e quando percebemos que poderíamos ter evitado pode ser tarde. Mas saiba que se a pessoa certa se afastou, o universo a colocará de volta em seu caminho e você passará pela fase de amadurecimento e verá que aquela burrada passada serviu como aprendizado.

Temos que lembrar que acima do amor que sentimos pelo próximo, existe o amor próprio e ele sim nos ajudará a seguir nossos instintos e na direção certa.

O mundo precisa de amor, compaixão, gentileza, educação e tantas coisas que se perdem no meio do caminho junto a esperança. Não deixe de falar para a pessoa que gosta os seus verdadeiros sentimentos e nem de se entregar, porque aquele frio na barriga que sentimos quando estamos com alguém faz um bem para a alma, além de ficarmos mais felizes nos dias que se passam e com o próximo. Mas não se esqueça a gente primeiro e depois o outro. Vamos nos libertar desse padrão que é o medo do futuro e vamos viver o presente. Vamos viver o agora e deixar o que vem para o universo, que ele sim sabe o que fazer.

Bom, uma leiga que sou nesse assunto, quis abordar o que percebo em nossa geração que é o medo de amar pela insegurança e o não conhecimento sobre o próprio ser e a essência.

Deixe o seu coração te guiar e sinta a energia do momento.

Com amor, Belli Burton

 

 



Posts Relacionados





Nenhum comentário em “O estudo sobre o Amor”


Comentar